Cálculo do décimo terceiro: Veja como funciona para calcular esse salário extra no fim do ano!

Entre todos os direitos trabalhistas que ainda são garantidos pela legislação brasileira, um dos que traz mais felicidade para o povo brasileiro é o décimo terceiro, aquele salário que vem na melhor hora e época do ano. Porém, muitas pessoas ainda não sabem como calcular o décimo terceiro e você vai aprender isso aqui e agora. Nos próximos tópicos, você vai entender o que é o 13º salário, como funciona o cálculo do décimo terceiro e outras informações importantes a respeito desse maravilhoso direito trabalhista. Confira!

O que é 13° salário?

O décimo terceiro salário é um direito de todo e qualquer trabalhador brasileiro, seja ele de carteira assinada ou servidor público. Nele, o trabalhador recebe um salário a mais, além dos outros que já ganha nos 12 meses do ano.

Esse 13° salário pode ser pago em uma única parcela ou parcelado em duas vezes. A primeira parcela é ainda em novembro e a segunda em dezembro.

Por ser um direito do trabalhador, o patrão é obrigado a pagar esse salário a mais. Caso ele não faça isso, deve ser processado e obrigado a pagar tudo que deve ao funcionário.

Como fazer o cálculo do décimo terceiro?

O cálculo do décimo terceiro salário é simples de ser feito. Esse direito é obrigatório todos os anos, inclusive se o funcionário entrar na empresa meses após já ter começado o ano.

Nesse caso, ele vai pegar todo o valor que recebeu durante os meses de trabalho até dezembro e dividir pelo número desses meses. Por exemplo: o empregado recebe 2 mil reais por mês e entrou na empresa em junho (6 meses até o fim do ano).

O valor do 13° dele vai ser de: 2000 do salário / 12 meses do ano x 6 meses de trabalho.

Ou seja, ele vai receber o valor de 1000 reais que é metade do salário dele normal que vem todo mês.

O cálculo vai ser sempre esse: valor integral do salário dividido pelos 12 meses do ano e multiplicado pelo tempo de meses que trabalhou no ano.

calculo do decimo terceiro


Leia também: Mais conteúdo no texto sobre Cálculo de férias!

Leia também: Todas informações sobre os direitos trabalhista!


INSS

O INSS é o órgão que regulamenta e que também fiscaliza a realização de todos os direitos trabalhistas por parte dos empregadores.

Caso você tenha algum problema, como o fato do seu patrão não ter pagado o seu décimo terceiro salário, é bom ir até a sede do INSS na sua cidade e tomar informações para saber como proceder.

Você também pode ir direto a um advogado trabalhista da sua confiança, informar a ele o que ocorreu e entrar na Justiça contra o seu patrão

. Isso é seu direito e ele vai ser obrigado a pagar o 13°, além de pagar mais indenização, multa e dano moral por não ter te pagado o seu salário no período correto.

Horista

O décimo terceiro salário vale para empregados de carteira assinada e também para servidores públicos. Pessoas que trabalham de outras formas, como na informalidade, acabam ficando sem esse e também sem outros direitos.

Horistas, que são aquelas pessoas que trabalham algumas horas por, e que são formalizadas, também têm direito ao décimo terceiro salário.

Agora com a mudança da lei trabalhista e com a vinda do empregador intermitente, que trabalha e recebe por hora, isso ficou ainda mais claro.

O cálculo funciona da mesma forma que com o trabalhador que recebe salário fixo por mês. Você tem que calcular a totalidade que recebeu por mês, dividir por 12 e multiplicar pelos meses do ano que trabalhou nessa função.

Salário variável

Na questão do salário variável, ou seja, durante uma época do ano o trabalhador recebeu um salário e na outra parte teve esse valor aumentado ou diminuído, a conta pode ser feita de forma separada ou por meio de uma média simples para fazer o cálculo do décimo terceiro.

O ideal é fazer separado. Coloque o valor igual que ganhou nos determinados meses, divida por 12 e multiplique por essa quantidade de meses.

Depois faça a mesma conta com o outro valor que recebeu no ano. Depois é só somar um e outro e você vai ter a quantidade total do seu 13°.

calculo decimo terceiro

Cálculo do décimo terceiro na rescisão

O 13º salário também é pago na rescisão de contrato. Ele vai ser calculado da mesma forma, de acordo com os meses que você trabalhou no ano e o salário que recebeu por este tempo.

Funcionário público

Servidor público também tem direito ao décimo terceiro salário e o cálculo é o mesmo do feito para quem trabalha com CLT. A diferença é que, normalmente, no serviço público, o salário é mais estável e deixa tudo mais fácil de ser calculado.

Comissão

Além do 13° salário, alguns funcionários também têm outros direitos, como o valor de comissão por vendas, por exemplo.

Esse valor entra no cálculo do 13°, já que o que vale é o valor do salário integral do funcionário.

Empregada doméstica

De acordo com a nova lei dos trabalhadores domésticos, eles também têm direito ao décimo terceiro salário e isso é contado da mesma forma como ocorre com os demais trabalhadores.

Calculo do décimo terceiro proporcional

O valor proporcional do décimo terceiro salário é contado a partir da quantidade de meses que o trabalhador esteve naquela determinada empresa.

Basta fazer o mesmo cálculo e na hora de multiplicar colocar a quantidade de meses exata que trabalhou.

calculo décimo terceiro

Aprendiz

O jovem aprendiz tem direito sim ao décimo terceiro salário e também às férias. As regras trabalhistas funcionam da mesma maneira para eles ou para qualquer outro funcionário da empresa.

Entra hora extra?

Sim, o décimo terceiro salário é calculado a partir do valor integral da sua remuneração, com isso o valor de hora extra, adicional noturno, insalubridade e tudo mais vale para o cálculo desse direito.

Se tiver ainda alguma dúvida sobre o cálculo do décimo terceiro, deixe o seu comentário aqui embaixo!

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *