Sine: Saiba o que é e como funciona esse órgão que te ajuda a conseguir um emprego!

O Sine é um órgão que está presente em praticamente todas as cidades brasileiras e ele é excelente para a questão da recolocação no mercado de trabalho. Apesar disso, ele ainda é pouco conhecido por muitas pessoas de todo o país.

Nos tópicos a seguir você vai entender o que é o Sine, como ele funciona, se tem que fazer algum tipo de cadastro, entre outras informações relevantes sobre esse órgão. Confira!

O que é?

O Sine é o Sistema Nacional de Emprego. Ele é, na verdade, mais do que um órgão, mas toda uma política pública voltada para que as pessoas consigam um trabalho e a independência financeira.

Para isso, ele age de diversas formas, como a divulgação de vagas, o recebimento de currículos, a elaboração de processos seletivos e até a contratação de pessoal.

Esse órgão público é muito importante e já gerou milhões de empregos em todo o país durante todos os anos de existência desse sistema.

Como funciona o Sine?

O Sine tem diversas funções. Tudo vai depender do que você precisa nele. Normalmente, as pessoas leem as vagas em um jornal ou veem pela televisão e, a partir daí, vão ate a sede do Sine para saber como candidatar a vaga.

Ao chegar lá, os atendentes explicam sobre a vaga e informam os documentos que a pessoa precisa levar para se cadastrar a essa oportunidade de emprego.

Normalmente é o currículo, carteira de identidade e o CPF, mas pode ser que em alguma vaga específica seja pedido outro documento, como carteira de motorista.

Depois desse cadastro feito, o Sine envia para a empresa os seus dados. Ela vai analisar e confirmar se quer você no processo seletivo ou não.

Se gostarem do seu currículo, o próprio Sine te convoca para uma entrevista ou outra etapa do processo seletivo até que a escolha seja feita.

Em algumas ocasiões, no próprio cadastro do Sine já é feita a entrevista e a pessoa pode sair de lá já empregada. O que traz muita felicidade para quem passa por esse agradável situação.

sine

Leia mais:  Catho!

Cadastro

A forma mais comum e ainda mais utilizada de se cadastrar é indo até a sede do órgão na cidade após ler ou ver alguma vaga que seja do interesse da pessoa.

Porém, atualmente, a maioria dos Sines possuem sites que fazem esse cadastro online também.

Isso torna todo esse processo mais simples, rápido e também seguro. Para saber se o da sua cidade tem site e aceita o cadastro por lá, o ideal é você ligar para a sede e tirar essas dúvidas.

Quem pode se cadastrar no Sine?

Qualquer pessoa que esteja disponível para trabalhar pode se cadastrar no Sine. Para isso, é preciso respeitar algumas regras, como idade, se é ou não servidor público, se tem cargo governamental, entre outros requisitos básicos.

Se você é uma pessoa comum, que tem emprego normal, ou que está desempregado, é completamente livre o cadastro no Sine. É até indicado, porque lá você vai ter muito mais chances de conseguir um emprego melhor e salários mais dignos.

sine

Tem em quais cidades?

Ele tem em praticamente todas as cidades brasileiras médias e grandes. Nas menores ainda faltam a abertura desse órgão, apesar de algumas já existirem esse tipo de política pública.

Para saber se na sua cidade tem Sine, você pode entrar no site oficial do sistema, o nacional, ou procurar no próprio Google se há alguma identificação do Sine na sua cidade.

Essas são as maneiras mais fáceis de saber. Se a sua cidade tiver jornal ou alguma empresa de televisão, provavelmente, ela vai publicar vagas de emprego na programação.

Nessas vagas vão aparecer as sedes dos Sines mais próximos.

O Sine é uma política pública muito importante e que pode mudar a vida de uma pessoa ou de uma família para sempre.

Por isso, o investimento nele é importante e precisa se manter como uma política do governo, seja ele qual for.

Se tiver gostado deste texto sobre o Sine e as suas precisas funcionalidades, compartilhe-o com seus amigos e familiares nas suas redes sociais e aplicativos de mensagem!

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

1 Comment

  1. Desde agosto de 2012, quando fui demitido de meu último emprego, fiz um cadastro nesta instituição, porém até hoje não tive qualquer retorno positivo por uma vaga condizente com a minha profissão, as ofertas de vagas recebidas são de profissões totalmente alheia a minha profissão.

    Fui contador de minha última empregadora de janeiro de 1993 a agosto de 2012, exercia a profissão de Contador, tenho estranhado muito receber proposta para o cargo de motorista, recepcionista e até porteiro, acho isso uma falta de coerência ou falta de coordenação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *